Pilote melhor

Pilote melhor

jul 13, 2011

 

MELHORE SUA PILOTAGEM

 

PILOTE EM PÉ

Aliviando a roda dianteira e concentrando maior peso na traseira a dirigibilidade melhora sensivelmente, melhorando também a tração e facilitando leves empinadas, para transpor obstáculos menores como galhos, pedras e erosões.

No início pode parecer um pouco diferente e cansativo para as pernas, no entanto pilotando em pé você concentra o peso nas pedaleiras, abaixando o centro de gravidade da moto e deixando-a muito mais fácil de controlar e manobrar em situações inesperadas. Nas curvas prenda suas pernas ao tanque e acelere gradativamente. Você terá um controle mais eficaz.

 

SALTANDO RAMPAS

Ao saltar uma rampa ou mesa, devemos manter uma velocidade constante ou até mesmo, saltar com a ação do freio motor, é a forma mais segura pois, a trajetória da moto tende a ser perfeita se não a atrapalharmos com erros de posicionamento.

Mantenha o peito na linha do guidão até a saída da rampa e quando estiver no ar, recue o tronco gradativamente até a postura para encaixe na recepção, ou seja, posição mais ereta do tronco e joelhos levemente flexionados.

Ao tocar o solo, sempre com a roda dianteira primeiro, você deve dar tração na roda traseira com o recurso de uma leve queimada da embreagem. Desta forma aterrissagem é suave e precisa.

Mas veja bem ….!!!

Saltar com a moto é mais complicado do que parece. As dicas que podemos dar não vai ensiná-lo totalmente pois, nada substitui a prática e o conhecimento, que podem ser adquiridos num rápido curso de MotoCross.

 

SUBIDAS E DESCIDAS FORTES

Seu corpo deve sempre compensar o eixo em relação ao solo. Nas subidas compense inclinando o corpo à frente, conforme a inclinação da rampa exigir. Evite acelerações bruscas que provocarão uma empinada traiçoeira da frente. Mantenha aceleração constante e firme, trocando marchas à baixo sem o uso de embreagem quando o motor exigir pois desta forma evita-se uma empinada traiçoeira.

Para as descidas íngremes, o procedimento é inverso, ou seja, compense inclinando seu corpo para trás, mantendo a moto engatada em marchas baixas para que o freio motor possa ajudar a conter sua moto. O freio dianteiro deve ser usado com muita moderação. Monte mesmo é no freio traseiro e controle a derrapagem, tendo apenas o cuidado de não deixar o motor apagar.

 

FAZENDO CURVAS

O mais importante é manter uma velocidade compatível com o trecho, pois pequenos e inesperados obstáculos numa curva podem desestabilizar a frente da moto, levando você ao chão mais rápido do que imaginava. Mantenha a ponta do seu pé externo à curva firmemente apoiado para garantir uma boa tração e apoio.

O outro pé deve estar bem esticado à frente para eventuais correções de derrapagem. Mas não abuse deste recurso, pois velocidade excessiva aliado a terreno acidentado ou de pouca aderência podem provocar sérias lesões no seu joelho, encerrando sua diversão de forma dolorosa.  O posicionamento do corpo sobre a moto também deve ser levemente deslocado à frente e para o lado interno da curva.

 

IMPORTANTE: Procure, antes de sair por ai radicalizando na trilha, fazer um curso de pilotagem específico para MotoCross, pois neste curso diversas técnicas serão passadas de forma a melhorar e corrigir erros de pilotagem. Vale muito a pena..!!!